Chegou o PIX Equatorial. Aproveite essa facilidade.

Sedetur e Equatorial assinam termo para reduzir tarifa de energia de cooperativa de Arapiraca

Termo permite que cooperados do grupo produtivo façam a adesão aos programas Tarifa Social e Tarifa Rural Fotos: Ascom/Sedetur

Texto de William Makaisy (Ascom Sedetur)

O governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), e a Equatorial Energia assinaram, na manhã desta quarta-feira (22), um termo de cooperação para beneficiar com descontos de até 60% na tarifa energética pequenos produtores rurais vinculados a Cooperativa dos Produtores Rurais de Arapiraca (Cooperal).

O documento foi assinado pelo secretário Marcius Beltrão, pelo presidente da Equatorial, Humberto Soares e pela presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais de Arapiraca (Cooperal), Maria José Alves. O termo permite que cooperados do grupo produtivo façam a adesão aos programas Tarifa Social e Tarifa Rural, podendo alcançar descontos entre 24% a 60% na tarifa de energia.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, Marcius Beltrão, a ação visa gerar benefícios e promover o desenvolvimento econômico de todas as regiões do estado.

“O setor do cooperativismo - que trabalha diretamente com a agricultura familiar-, tem um papel imprescindível e que não podemos deixar de lado, que é ajudar o trabalhador do campo a conseguir se manter no campo. Através desses descontos na tarifa de energia o segmento cada vez mais se fortalece e com a economia consegue investir nos seus produtos”, destaca.

De acordo o presidente da Equatorial Alagoas, Humberto Soares, estratégias como essas são importantes para ofertar valores acessíveis para os alagoanos.

“Essa parceria com a Sedetur é importante para que possamos ofertar uma tarifa diferenciada para esses produtores. Tanto uma Tarifa Rural, que o desconto pode chegar até 24%, quanto uma Tarifa Social, para famílias de baixa renda, que chegam até 65% de desconto. Muitas famílias alagoanas têm esse direito e nem sequer conhece”, destaca.

Todos os trabalhadores que desenvolvam atividades agropecuárias, de cultivo ou de criação de animais podem se cadastrar junto à Equatorial para garantir o desconto da Tarifa Rural. Para a Tarifa Social, as famílias devem ter cadastro no Cadúnico. O desconto na tarifa de energia é feito de forma proporcional ao consumo das famílias.

Para a presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais de Arapiraca (Cooperal), Maria José Alves, iniciativas como essas são essenciais para a manutenção da agricultura familiar.

“Toda economia que o agricultor consegue fazer é importante, porque ele pode investir na própria lavoura, por exemplo. Ações como essas trazem muitos benefícios para a gente. Precisamos de apoio para que continuemos fazendo nosso trabalho e levando alimento para mesa de muito”, conta a presidente.

Através da superintendência de Energia e Mineração (Suem), a Sedetur vem atuando para estimular e desenvolver políticas públicas de energias para os alagoanos, além de promover o uso de energias renováveis. Os Programas Tarifa Social e Tarifa Rural, regulamentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), são alguns destes benefícios sociais que ajudam as famílias que possuem renda mensal de até meio salário mínimo ou que vivem nas áreas rurais, estimulando a permanência no trabalho no campo.

A redução é de até 65%, para famílias com renda mensal de até meio salário mínimo e, para Indígenas e Quilombolas, que possuem o consumo de até 50 kwh, o desconto chega a 100%. Os alagoanos que atendem aos requisitos e ainda não são inscritos na Tarifa Social ou na Tarifa Rural podem entrar em contato com a Equatorial pela Central de Atendimento (0800 082 0196), pelo site www.al.equatorialenergia.com.br/cadastro-baixa-renda ou por mensagem de texto através do WhatsApp, pelo número (82) 2122-9200 para solicitar o cadastro e receber o benefício.

Mais facilidade na palma da sua mão.

Baixe agora o App da Equatorial Energia na sua loja de aplicativos.