Chegou o PIX Equatorial. Aproveite essa facilidade.

Equatorial disponibiliza novos canais para cadastro da Tarifa Social


Clientes da distribuidora agora podem fazer a inscrição pelo WhatsApp e no site da empresa

Para facilitar o acesso dos alagoanos ao benefício da Tarifa Social, a partir desta terça-feira (09), os clientes da Equatorial Energia Alagoas podem realizar o cadastro, para ter acesso ao desconto, pelo WhatsApp com a assistente virtual, Clara e pelo site www.equatorialalagoas.com.br. Com a suspensão do atendimento presencial como medida de prevenção ao novo coronavírus, a distribuidora tem ampliado os canais digitais para que a população possa solicitar serviços sem precisar sair de casa.

Realizar a inscrição na baixa renda pelo WhatsApp é bem simples. Basta salvar o número (82) 2126-9200 na agenda do celular e enviar uma mensagem de texto para iniciar o atendimento. Em seguida, é preciso informar o código da conta de energia do qual deseja atendimento e solicitar o cadastro na Tarifa Social. Se o solicitante for o titular, é só informar o Número de Identificação Social (NIS) e o pedido de cadastro será realizado.

Caso o portador do NIS seja diferente, a exemplo de um inquilino, é necessário ter em mãos os seguintes dados para que sejam informados a Clara:

- Número de Identificação Social (NIS)
- Nome completo do titular do NIS
- CPF do titular do NIS
- Número da identidade e órgão expedidor do titular do NIS
- Data de nascimento do titular do NIS
- Nome completo da mãe do titular do NIS

O atendimento da Clara é feito exclusivamente por texto, não sendo possível enviar áudio, imagem ou vídeo. É importante que o usuário siga o diálogo, guiado pela assistente virtual, para uma interação objetiva e direta.

Se o cliente optar por realizar o cadastro pelo site www.equatorialalagoas.com.br, é preciso acessar na página inicial a agência virtual e selecionar no menu a opção “Solicitação Baixa Renda”. Em seguida, é necessário informar o código da conta de energia e o CPF do titular. Logo após, preencher os dados solicitados com as informações do responsável pelo NIS e colocar um número de telefone para contato.

Para quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC) o cadastro é feito exclusivamente pela Central de Atendimento 0800 082 0196 ou através do e-mail: al-comercial@equatorialenergia.com.br. Na inscrição por e-mail, é preciso colocar no assunto: Cadastro na Tarifa Social, informar o código da conta de energia e enviar a seguinte documentação:

- Cópia ou foto da identidade e do CPF;
- Número de Identificação Social (NIS);
- Caso possua o Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social – BPC, informar o número do benefício;
- Família indígena ou quilombola: CPF e Carteira de Identidade ou, na inexistência desta, outro documento de identificação oficial com foto. Para os índios que não possuam esses documentos, será admitido apenas a apresentação do RANI (Registro Administrativo de Nascimento Indígena).

O gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial, Carlos Morais, explica que a empresa está trabalhando constantemente para melhorar o atendimento ao cliente, implementando soluções para facilitar a vida da população. “Os nossos clientes agora têm mais dois canais para fazer o cadastro na Tarifa Social, sem precisar sair de casa. Basta entrar no site da Equatorial ou mandar uma mensagem de texto no WhatsApp para a nossa assistente virtual, Clara, para realizar a inscrição de forma simples e rápida”.

Morais reforça aos clientes que ainda não são inscritos para aproveitarem os novos canais disponibilizados e não perder os descontos na tarifa de energia, que durante a pandemia é de 100% para os clientes que consomem até 220kW por mês. “Neste momento tão difícil para muitos alagoanos, essa é uma ótima oportunidade de utilizar o dinheiro economizado na manutenção da família”, finalizou. 

QUEM TEM DIREITO A TARIFA SOCIAL - Para ter direito ao benefício, as famílias deverão atender a um dos seguintes requisitos:

- Ser inscrito no CadÚnico, com renda familiar de até meio salário mínimo, por pessoa;
- Ser idoso ou deficiente que recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC) com renda mensal por pessoa, inferior a um quarto do salário mínimo;
- Famílias inscritas no CadÚnico que tenha portador de doença que necessite de aparelhos ligados à energia elétrica de forma continuada, com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos;
- Famílias indígenas e quilombolas inscritas no Cadastro Único com renda menor ou igual a meio salário mínimo, por pessoa da família ou que possuam, entre seus moradores, algum beneficiário do BPC.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia Alagoas

 

Mais facilidade na palma da sua mão.

Baixe agora o App da Equatorial Energia na sua loja de aplicativos.