Tá em dia?

Alagoas intensifica cadastro na Tarifa Social e contribui para Grupo Equatorial ser referência no setor elétrico brasileiro com famílias beneficiadas

Segundo levantamento do Grupo, pouco mais de 3 milhões de consumidores já recebem o desconto em Alagoas, Maranhão, Pará, Piauí e Rio Grande do Sul.

Atualmente, a companhia contabiliza mais de 400 mil alagoanos cadastrados na tarifa

A Equatorial Alagoas tem realizado um trabalho frequente, em todo o estado, de cadastro de famílias assistidas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), programa do Governo Federal, que oferece descontos de até 65% na conta de luz. São esforços em todas as frentes, desde mutirões para inscrições nos municípios, até parcerias com os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) para busca ativa das famílias aptas a receber o benefício.

Além de Alagoas, com o trabalho também intensificado nos estados do Maranhão, Pará, Piauí e Rio Grande do Sul, o Grupo Equatorial Energia se tornou referência no setor elétrico brasileiro com pouco mais de 3 milhões de consumidores cadastrados, o que reafirma o compromisso da empresa de distribuição de energia elétrica em ajudar a amenizar os impactos financeiros de famílias de maior vulnerabilidade nos estados em que atua, principalmente aquelas que foram afetadas em razão da pandemia da Covid-19.

Atualmente, a companhia contabiliza mais de 400 mil alagoanos cadastrados na tarifa. Para assegurar o desconto do programa é preciso que as famílias sejam reconhecidas como de baixa renda. Dependendo do consumo no domicílio, o desconto pode variar entre 10% a 65% sobre o valor da conta de energia. As residências com menor consumo têm descontos maiores, o que significa que é importante para a família ter boas práticas de economia com a energia elétrica.

No entanto, cerca de 112 mil alagoanos que tem direito à Tarifa Social ainda não se cadastraram para receber o desconto em suas faturas de energia. Visualizando esse cenário, a Distribuidora aproveita para ressaltar quais são os requisitos necessários para receber o desconto e os canais de atendimento ofertados pela empresa para a realização da inscrição. 

O que é necessário para ter a Tarifa Social?

•       Ser idoso ou pessoa com deficiência que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC) com renda mensal por pessoa inferior a um quarto do salário mínimo;

•       Estar inscrito no CadÚnico, com renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal de até 3 (três) salários mínimos no caso de famílias que tenham algum membro da família com doença que necessite de aparelhos ligados à energia elétrica de forma continuada;

•       Famílias indígenas ou quilombolas inscritas no Cadastro Único com renda menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa a família ou que possuam, entre seus moradores, algum benefício do BPC.

Quais as faixas de desconto concedido em caso de enquadramento na Tarifa Social:

•      Até 30 kWh/mês de consumo: 65% de desconto

•      Acima de 30 kWh/mês e até 100 kWh/mês: 40% de desconto

•      Acima de 100 kWh/mês e até 220 kWh/mês: 10% de desconto

•      Acima de 220 kWh/mês: não tem desconto

“A Tarifa Social traz vantagens tanto à população quanto para o sistema elétrico do estado. Desejamos que mais famílias possam aqui em Alagoas ter acesso ao benefício, possibilitando uma conta menor, que o cliente consiga pagar com facilidade, gerando recursos. Assim, a Distribuidora consegue investir cada vez mais na distribuição e melhoria da energia. Hoje já temos mais de 400 mil famílias recebendo esse importante benefício, mas a nossa busca ainda não terminou, pois ainda há muitas famílias que podem receber esse desconto e não se cadastraram ou estão com seus dados desatualizados”, declara a gerente de relacionamento com o cliente, Patrícia Moraes.

Como realizar a inscrição?

O cadastro na TSEE pode ser feito pelo telefone 0800 082 0196, pelo site www.al.equatorialenergia.com.br/cadastro-baixa-renda ou, se preferir, por mensagem de texto via WhatsApp. Basta salvar o número (82) 2126-9200 na agenda do celular e mandar um “oi” para a assistente virtual Clara. As inscrições também podem ser realizadas com os leituristas da Equatorial e os agentes de negociação, que fazem o atendimento porta a porta.

Vale lembrar, que não é necessário que o cadastro seja feito apenas com o titular da conta de energia, pois o programa permite que qualquer integrante da família que possua o NIS, possa ser o cadastrado para beneficiar a família.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Alagoas

Mais facilidade na palma da sua mão.

Baixe agora o App da Equatorial Energia na sua loja de aplicativos.